• APP

O Futuro do Trabalho precisa do Psicodrama

Associação Paranaense de Psicodrama abre as portas para quem procura conhecimento e vivência para trabalhar com relações sociais



Viver em sociedade é aprender com a desafiadora e deliciosa tarefa de 'lidar com pessoas'.


Mesmo que as 'Revoluções Tecnológicas' impactem diversos mercados ao mesmo tempo, e mesmo que a Era Pós Digital já deixe explícito que só percebemos de fato a onipresença da tecnologia quando por algum motivo ela nos faz falta, o que de fato nos possibilita viver em sociedade é a capacidade de compreensão sobre as dinâmicas das relações sociais.


Novos Tempos


Felizmente, ao mesmo tempo em que a humanidade caminha pela Quarta Revolução Industrial - que segue unindo tecnologias digitais, físicas e biológicas, e afeta diretamente o modo como se vive em sociedade - aquela percepção, praticamente unânime, de 'distanciamento do senso de humanidade' parece guiar as pessoas para uma certa urgência em fazer o possível para olhar com mais cuidado para as relações sociais.



Com tantas mudanças, muitos são os casos de profissionais, sejam eles 'veteranos' ou novatos no mercado de trabalho, que demonstram forte interesse em servir comunidades diversas, cuidando, medindo e tratando as relações humanas,

exatamente o que propõe o método do Psicodrama, de Jacob Levy Moreno

(1889 -1974).



As habilidades do profissional do futuro

são habilidades humanas


Pesquisas e Relatórios Internacionais constantemente apontam que o Profissional do Futuro precisa desenvolver habilidades essenciais para se manter ativo no mercado de trabalho, seja como colaborador de uma organização/empresa, ou como dono de uma.



É o caso do Relatório do Fórum Mundial de Economia, o mesmo que indica que vivemos na 4ª Revolução Industrial. O estudo aponta que muitas das habilidades do profissional do futuro estão ligadas a ações ainda impossíveis de serem tomadas por máquinas.

Ou seja, o foco do relatório também está nos aspectos que ainda nos fazem superar os robôs.


Alguns destaques do relatório

Nas previsões para 2020, 36% das atividades em todos os setores da economia deverão exigir habilidade para solução de problemas complexos. Uma das habilidades chave destacadas na pesquisa, é a de Gestão de Pessoas. A capacidade de motivar, desenvolver pessoas e de identificar talentos.


Coordenar as próprias ações de acordo com as ações de outras, aparece em quinto lugar nas previsões de demanda do mercado de trabalho até 2020. Vale dizer que esses aspectos ligados à colaboração e facilitação de processos são indispensáveis pra quem lidera grupos e equipes de trabalho.


A importância dada à inteligência emocional ocupa o sexto lugar na pesquisa. Ser capaz de gerenciar emoções é atualmente uma habilidade que demonstra a capacidade de conseguir se relacionar de forma saudável.



Como o Psicodrama pode colaborar com a construção do cenário do Futuro do Trabalho?


Em Pesquisa divulgada pela Infosys em 2016, jovens de países como Índia, África do Sul, Brasil, China, Grã-Bretanha, França, Austrália e Alemanha, com idades entre 19 e 25 anos, reconhecem que o sucesso profissional está intimamente ligado ao aprendizado contínuo de novas competências e habilidades ao longo da carreira.


É com o propósito de oferecer a oportunidade das pessoas conhecerem, e ou, se aprofundarem no método PSICODRAMA, que a Associação Paranaense de Psicodrama convida para o encontro Conversas sobre Psicodrama.




A OPORTUNIDADE


O encontro

celebra 2 anos de atuação, e é considerado um importante momento em que a Associação abre suas portas para receber a comunidade interessada em conversar sobre como é atuar na área.


Iniciativa de membros do ambulatório e de grupos de terapeutas sócios da instituição,

o evento envolve conhecimentos teóricos e práticos, e trabalha oferecendo um balanço entre vivência e teoria com as seguintes atividades:


- Sociodramas

- Teatros Espontâneos

- Axiodramas

- Rodas de conversa e

- Apresentação de artigos e monografias.



COMO ACONTECE?


Sobre os Métodos utilizados


Tripé metodológico:

contextos, instrumentos e etapas

(WECHSLER, 1999).


Contextos


1 - o social constituído pelo tempo cronológico real, pela realidade social

de cada comunidade, com suas características antropológicas, culturais,

econômicas e políticas;


2 - o contexto grupal, formado pela realidade do grupo terapêutico, com

seus terapeutas e clientes;


3 - o contexto dramático, constituído pela realidade dramática, pelo "como

se", no tempo fenomenológico, subjetivo e no espaço fenomenológico, virtual,

construído sobre o espaço concreto, devidamente delimitado.



Instrumentos


1 – palco, ou cenário, onde o ator encontra um espaço mais flexível e

multidimensional que o espaço da realidade e é o lócus do contexto dramático


2 – sujeito ou ator, é aquele que tem potencial de exercer o papel de

protagonista da ação dramática e assim, representar o grupo


3 – diretor, aquele quem coordena a sessão de Psicodrama, tendo três

funções principais: a de produtor, a de terapeuta principal e a de analista social


4 – ego-auxiliar, participante da sessão como uma extensão do diretor,

tem como funções principais: a interação com o protagonista, ser ator

conselheiro, agente terapêutico e investigador social


5 – público, que é caracterizado pelos participantes da sessão que não

entram em cena dramática, mas compartilham e dão suporte.



Etapas


1 – aquecimento, etapa inicial, dividido em específico e específico, e muito

importante para a escolha do protagonista e manutenção da cena


2 – dramatização, a própria ação dramática


3 – compartilhamento, onde todos os elementos do grupo dão seus

depoimentos pessoais do vivido em cena


4 – processamento, onde são discutidas questões práticas e teóricas do

vivenciado.



Venha descobrir como o Psicodrama pode colaborar com o Futuro do Trabalho :)


Faça parte da nossa comunidade e participe!

#psicodramaparana #psicodrama #futurodotrabalho #habilidadeshumanas


Inscrições na Secretaria da Associação Paranaense de Psicodrama

41- 3332-7387 / 3333-8564

contato@psicodrama.org.br



receba as novidades

Aqui seguimos a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)

LEI Nº 13.709, DE 14 DE AGOSTO DE 2018

Aqui seguimos as Orientações do Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) como indicado nos documetos publicados.

© 2020, Associação Paranaense de Psicodrama. By Inspiratório Uhbzurv.